Pesquisar este blog

segunda-feira, 7 de agosto de 2017

Término do Ensino Médio #DCAF

Olá Meus Amores!


Como eu disse no primeiro post do #DCAF minha transição do colégio para a faculdade foi um pouquinho diferente do normal (se você ainda não leu o primeiro post, clique aqui). Então hoje eu vim contar para vocês o que foi que rolou e como rolou tudo isso. Vem comigo.


Bom, como eu já contei para vocês, eu estudava em colégio publico no turno da manhã e no turno da tarde fazia um curso técnico em Agroíndustria De Alimentos (Vou contar melhor sobre o curso quando falar sobre meu curso de graduação já que são na mesma área) no CEFET-RJ. O Técnico foi de essencial importância na minha vida acadêmica por 3 motivos em especial:

  1. Me ajudou a decidir a área em que eu queria me graduar - Quando entrei no curso, o que eu tinha na cabeça era Engenharia Química, e como a área de alimentos tem muito de química e eu não faria nada mais nos 3 anos do colégio, achei que o técnico seria útil tanto para minha graduação, como para me ajudar a conseguir emprego enquanto fizesse faculdade já que teria que sair de casa para estudar. Porém, no 2º período do curso de um total de 6 períodos, que é quando começamos a ver a área geral de atuação e tudo mais  eu me vi COMPLETAMENTE APAIXONADA pela área de Alimentos, e foi através do curso que descobri a Engenharia de Alimentos e decidi que era essa área que eu queria. 
    O Campus da minha cidade é o caçula do CEFET-RJ e só tinha o técnico em Agroindustria de Alimentos, então já estava buscando as universidades que ofereciam a graduação em Engenharia de Alimentos, contudo, quando eu estava na metade do curso, meu campus começou a oferecer Engenharia de Alimentos como graduação, o que foi uma benção para mim, já que os custos para eu estudar não seriam tão grandes visto que não teria que sair de casa para estudar (Vejo vantagens e desvantagens nisso, mas fica para um próximo post).
  2. Me deu uma base bem "básica" mesmo em Química -  Como era um curso técnico, o ensino é bem direto para a atuação na área de trabalho, então, não vemos a química dos alimentos aprofundada, é apenas o necessário para podermos manipular e desenvolver os processos necessários, mas como não tive química no colégio, foi essa base que me ajudou quando fiz o vestibular e quando iniciei a graduação.
  3. Amadurecimento - Esse ponto vale tanto para o pessoal quanto para o acadêmico, mas o que quero dizer é que, a faculdade cobra muito mais da gente do que o colégio, mas o técnico se assemelhou bem a minha graduação, assim quando entrei na faculdade eu já tinha uma cabeça mais feita nesse sentido, saber como estudar (o que é muito comum na faculdade, estudar muito mas de maneira errada), escrever artigos acadêmicos, projetos de pesquisa, seminários etc.
Como muitos alunos, no segundo ano do Ensino médio, eu realizei a prova do ENEM, para conhecer a prova, ver o meu tempo e poder me preparar melhor para o próximo ano. Como não tinha a pressão de conseguir uma vaga na faculdade e tudo mais, fui fazer a prova bem tranquila, consegui terminar em um tempo legal, e fiz a redação com certa facilidade. Mas quando o resultado saiu, vi que minha nota tinha sido boa levando em conta estar no segundo ano, e não ter muita base de química e física.
Quando o SISU abriu as inscrições quis por minha nota para Eng de Alimentos, para saber o quanto eu teria que melhorar no próximo ano, o que eu não contava era de passar em 1º lugar para uma federal. E ai começou todo o problema, eu não tinha concluído o Ensino Médio, e tinha 16 anos.
Meus pais recorreram a justiça, que por sua vez demorou muito para conseguir resolver a situação. A primeira opção era dar a minha conclusão do ensino médio pelas minhas notas do ENEM, mas eu não poderia ter escolhido essa opção na prova (para quem não sabe, quando você faz a inscrição para o ENEM, eles perguntam sua finalidade com a prova, tem opções como: entrar para uma universidade publica, entrar para universidade particular, concluir o ensino médio, testar suas habilidades, etc) devido a minha idade, essa opção só é disponível para maiores de 18. Outra opção foi me liberarem para a matricula e eu fazer juntamente com o primeiro período da faculdade um supletivo para eliminar o ultimo ano e concluir o EM, mas também não autorizaram por eu ser menor de idade. A 3ª opção foi recorrer a um juiz federal, pois como a faculdade é federal o juiz tem que ser da mesma área de jurisdição, e pedir o resguardo da minha vaga, para que ela estivesse garantida para quando eu me formasse, mas foi negado por essa justificativa (a grosso modo): "Ela é muito nova, vai ter tempo de passar no vestibular de novo."... Por fim, eu já tinha desistido, as aulas estavam começando tanto no colégio quanto na faculdade e o período de matricula já tinha se encerrado.
Voltei para o colégio normalmente, mas na quinta-feira da segunda semana de aula, eu estava na aula de filosofia, e a direção bateu na sala, perguntando se meu professor tinha dado aula para as turmas de segundo ano no ano anterior, e quando el confirmou, foi solicitado sua presença urgentemente na direção para uma reunião, não falaram o motivo para a turma, fomos liberados e ai o boato começou a correr pois só não falaram o motivo na minha turma, como era colégio estaduais, tinha professores que também trabalhavam em outros colégios e também tiveram que ser liberados para a reunião, mas la eles falaram que o motivo era uma aluna que teria passado para a faculdade. Imaginem como fiquei quando ouvi isso né? Uma última esperança de conseguir me formar. Naquela mesma quinta eu não consegui mais nenhuma informação, mas no dia seguinte a direção me chamou e me explicou tudo o que aconteceu:
A secretária de educação tinha convocado a reunião para propor um modo de me avaliar para ver se eu estava apta a pular o ultimo ano, então se todos concordassem seria aplicada uma prova de cada disciplina com o conteúdo do 3º ano e se eu passasse teria a conclusão, porém eu só teria 7 dias para fazer todas as provas e eram 11 disciplinas, então em alguns dias eu fazia 2 provas seguidas. Me entregaram um papel com o conteúdo da matéria e para minha sorte, a semana seguinte era recesso de carnaval, então eu tive 1 semana para estudar um ano, e então fiz as provas. Minha tática foi: mandar muito bem nas matérias em que eu teria que estudar na Engenharia, e as outras tentar dar o meu melhor mas não era prioridade, e o que aconteceu foi que, eu mandei muito bem em todas as matérias, uma nota 7,5 e o resto todo acima de 8,5, menos história (que particularmente eu nunca soube hahaha e a prova do meu professor era bem complicada, então deixei por último e me dei mal, tirei um 2) mas graças a Deus ele teve bom senso, e como foi a única matéria em que reprovei e não a utilizaria em peso na faculdade, ele me aprovou pelo conselho, levando em conta toda a pressão que eu tive fazendo as provas.
 Depois disso, levou um mês para que minha conclusão oficial fosse emitida, mas eu já não estava mais frequentando o colégio. No final das contas, só me formei no final de março, e não dava mais para entrar na faculdade, então esperei o segundo semestre e tentei o SISU de novo, e passei em 1º também, Amém haha.

E desde então, estou na Engenharia de Alimentos, no mesmo campus em que fiz o técnico o que foi bem útil pois eu tive que fazer o 1º período da engenharia junto com o 6º período do técnico, então como eram no mesmo lugar eu consegui conciliar os dois.
Agora, o que muita gente me pegunta é:
- Você não se arrepende de não ter feito seu último ano no colégio?   Não, acho que o último ano pode ser muito útil para quem ainda tem que se encontrar, decidir o que fazer depois dali, e eu já sabia, eu não me sentia mais parte daquilo, as únicas coisas que me poderiam ser úteis para a faculdade eram as disciplinas de física e química que tinha uma defasagem muito grande, então, não eu não me arrependo.
- Você não acha que era muito nova para enfrentar uma faculdade, que atropelou uma época da sua vida?  Não, pois como eu disse o técnico me amadureceu bastante, eu me sentia pronta pra isso, principalmente por ser em um campus que eu já conhecia, com alguns professores que eu já conhecia, graças a Deus o meu campus é maravilhoso, sou amiga dos professores, sou amiga do diretor do campus, vivo na sala dele conversando haha eu me senti 100% segura, acho que talvez se fosse para sair de casa e ir para outra universidade, bateria um nervosismo, mas nada que não me fizesse sentir capaz de fazer isso.

AAAH outra observação que sempre fazem é: "você vai se formar super novinha então", siim se tudo der certo me formo no fim dos meus 21 ja que vou me formar no meio do ano e faço aniversário em julho kk até esse período eu era a caçula da faculdade com 18 até que entrou um calouro com 17, mas vou ser a mais nova a me formar kkkkk

Meus amores, sei que esse post ficou grande, mas a história é bem complicada hahah espero que tenham gostado e comentem suas duvidas para mim viu? eu adoro ler os comentários de vocês!
Beijão e até o próximo post <3

quinta-feira, 3 de agosto de 2017

Agosto - Metas

Olá meus amores!!!
Esse post era para ter saído ontem, mas tive uns probleminhas e ele ta saindo hoje mesmo kkk
Como estamos entrando em Agosto, vou listar 10 metas para esse mês, metas pessoais e do blog e no fim do mês farei uma avaliação do que eu consegui cumprir e como melhorar para conseguir cumprir o que faltar... Então vamos la?!



  1. Ler 3 livros
    Faz muito tempo que não consigo terminar um livro porque sempre me enrolo com os horários da faculdade e fico super atolada, então esse mês quero focar um pouco maias na minha leitura.

  2. Atingir 150 seguidores no blog
    Nessa segunda semana já somos quase 40, e eu não estava esperando que chegasse a tanto nesse tempinho, então pretendo conseguir manter o blog sempre atualizadinho com pelo menos 2 posts por semana para vocês sempre terem coisas novas para ler aqui, é o minimo que posso fazer por vocês estarem confiando no meu trabalho.
  3. Não deixar as matérias da faculdade acumularem
    Vou tentar no fim de cada semana, revisar toda a matéria dessa respectiva semana, para não deixar acumular e depois eu ficar toda enrolada kkk
  4. Economizar
    Não vou estipular uma meta de valor porque atualmente não estou recebendo nada, e tenho gastos as vezes inevitáveis as vezes tenho que tirar do que estou juntando para passagem e tudo mais, então essa meta pode talvez não ser atingida, mas não por falta de controle, mas vou começar a ir me habituando a economizar, no fim do mês vamos ver o quanto eu consigo.
  5. Manter o quarto sempre organizado
    Nem precisa de descrição né?! kkk quarto bagunçado só serve para atrasar a vida...
  6. Cuidar mais de mim
    Isso  inclui desde cuidados com a saúde (mesmo que a minha não seja ruim, vou tentar focar mais um pouco em comer salada, mas também não é algo inusitado para mim, só quero aumentar a quantidade), até cuidados de beleza como pele e tudo mais. Mas principalmente cuidar do psicológico, não deixar o desespero da faculdade me dominar, deixar minha mente respirar, fazer mais coisas que eu goste e me relaxem.
  7. Trabalhar a criatividade para o blog
    Tentar trazer o máximo de conteúdo novo que eu conseguir.
  8. Ser mais organizada
    Além de me organizar com o quarto e as matérias da faculdade, quero me organizar para todo o resto, sou bailarina, diretora de marketing da Empresa Junior da minha faculdade, e tenho um processo de Iniciação Cientifica rolando, além de namorar e ter uma família, então quero organizar melhor meu tempo para poder me dedicar a cada coisa como elas merecem.
  9. Cuidar do Instagram
    Não sei se vou adotar um feed base (cor especifica, mas vou cuidar melhor dele, ou talvez faça uma cor a cada 15 fotos)

  10. Realizar coisas boas
    Vou adotar para cada dia uma atividade "boa"... elogiar mais, ajudar mais, ser mais grata, beber mais água, não reclamar, dormir melhor... 
Bom meus Amores, essas serão as minhas metas para esse mês. E as de vocês? Me contem aqui nos comentários!
Espero que gostem e até o próximo post <3

segunda-feira, 31 de julho de 2017

Do Colégio A Faculdade - #DCAF

Olá Meus Amores!

Vou começar uma série aqui no blog chamada Do Colégio A Faculdade #DCAF e com ela vou contar para vocês um pouquinho de como foi meu ensino médio, meu vestibular, e o inicio do meu curso. Hoje vou falar resumidamente de tudo isso junto e espero uma resposta de vocês com as perguntas que querem que eu responda para o próximo #DCAF ok?

Fonte: Pinterest

Então, vamos la...

Fiz meu ensino médio em um colégio público e devido a isso tive alguns problemas que me prejudicaram mais para frente, no turno da tarde eu estudava em um curso técnico que foi extremamente importante na minha vida por diveeeeeeeersos fatores, pessoais e acadêmicos, conclui meu ensino médio antes do normal e entrei na faculdade mais cedo do que entraria caso não tivesse rolado tudo que rolou (fica ai o mistério, se quiserem saber tudo que aconteceu nesse meio tempo, comentem ai que explico tudinho para vocês). Minha graduação é em Engenharia de Alimentos (Não se assuste se você não souber o que é, quase ninguém sabe, se quiserem faço um post explicando tudo sobre o curso). Quanto aos primeiros períodos do meu curso, super atendeu ás minhas expectativas e até mesmo me surpreendeu em diversos fatores. Estudo em uma Universidade Federal, o CEFET (Centro Federal de Educação Tecnológica), porém ela não é como as outras universidades (Posso fazer um post explicando melhor sobre isso também, todas as vantagens e desvantagens dessas diferenças que meu campus apresenta comparado a outros campus).
Além desses posts explicativos, posso fazer também um comparativo de Ensino Médio x Faculdade, e contar para vocês como faço para estudar para faculdade e como é minha rotina por lá...

Bom amores, sei que o post de hoje foi bem rapidinho, mas não quis entrar muito em detalhes para não me estender demais e cada partezinha tem conteúdo válidos para um post separado para que fique tudo beeeem claro para vocês.
Espero que gostem e até o próximo post <3

sexta-feira, 28 de julho de 2017

4 APP's Que Vale a Pena Ter

Olá meus Amores!

Hoje eu trouxe para vocês 4 aplicativos que vale a pena ter no celular, principalmente se você mexe com blog e/ou possui um canal.




 Dos 4 App's que eu trouxe hoje, 2 são de edição de fotos e 2 são para ajudar na inspiração e na pesquisa de material para o blog ou até para o dia a dia mesmo.

1- Pinterest

Esse daqui provavelmente todos vocês conhecem, mas não da para deixar ele de fora. É um dos aplicativos mais úteis que existem, além de você conseguir várias imagens para se inspirar para fotos, diy, looks, etc. Nele você também encontra várias dicas de organização, limpeza, dietas, edição, exercícios físicos e outras mil coisas que você pode procurar.
Caso essa seja a primeira vez que você esteja ouvindo falar dele, vou explicar rapidinho aqui como funciona: 
  1. Cadastre uma conta, pode cadastrar um email ou até mesmo logar direto com a conta do facebook;

  2. Selecione seus interesses, irá aparecer uma lista com várias categorias, (gastronomia, decoração, maquiagem, roupas, jardinagem, etc...) escolha as que você gosta, desta forma você evita que o material que não será útil para você apareça no feed. 
    *Isso não impede de nada que você procure sobre assuntos que não foram escolhidos, é apenas um auxílio para que seu feed seja mais interessante para você*

  3. Passeie pelo feed vendo os destaques ou busque diretamente pelo que você está precisando (é só ir na busca e digitar o que você quer, ex: se procura decoração de quarto para adolescentes, digite - decoração quarto meninas teen - por exemplo) além disso, quando aparece o resultado da sua busca, o próprio Pinterest sugere outras "palavras-chave" que possam ajudar a restringir o resultado, por exemplo, se você digitar - decoração quarto meninas - ele vai oferecer palavras-chave tipo "teen", "infantil", "clean", "tumblr"... coisas que ajudem a direcionar melhor a busca para o que você deseja.

  4. Se gostar de algo de um Pin-it (que é uma forma de salvar na sua conta o que você gostou), além disso você pode criar pastas públicas ou não para que todas as publicações do seu interesse sobre determinado assunto estejam sempre juntas.

Basicamente é assim que o Pinterest funciona, você também pode associar ao seu blog e gerar seus próprios pins, mas isso é assunto para um outro post.

2- Chicisimo

Esse aplicativo já não é tão conhecido, é um aplicativo para te ajudar a montar looks, você pode postar o seu, como pode se inspirar nos que as outras pessoas postam. O que diferencia ele é a forma como você pode realizar a busca, podemos procurar de acordo com as tendências, pela ocasião, estação do ano, pela peça base que você quer para o look, por marca, entre outras opções.
A opção de procurar pela peça é a que mais me interessa e tem duas formas de realizar essa busca, por exemplo, se eu quero usar uma saia hoje, mas estou sem criatividade de qual saia usar com qual blusa e etc, eu posso simplesmente procurar clicando na peça saia na parte da busca, mas se eu tenho uma saia verde e quero usa-la mas não sei como combinar, o ícone do meio na barra de opções é para você escolher a peça e a cor, e então aparecem vários looks com aquela situação que você buscou, ajuda bastante quando temos aquelas peças que dá medo de ousar demais as vezes sabe.



  

3- AirBrush


 O AirBrush hoje em dia já é mais conhecido, ele é um aplicativo para edição de fotos, é perfeito para dar retoques, tem funções no estilo do FaceTune, funciona bem como um photoshop mesmo. Como qualquer aplicativo de edição, o segredo é saber a dose certa para a foto não ficar artificial, principalmente nas funções de suavização da pele e clareamento dos dentes. Além dessas, ele possui funções como retirador de manchar, suaviza as olheiras, diminui marcas de expressão (tipo aquele pé de galinha que as vezes dá no canto dos olhos), bronzeamento, brilho (que dá um destaque melhor na parte que você quer, é ótimo para ressaltar maquiagem) e etc... Mas apesar de o foco dele ser retoque facial, gosto muito de usa-lo em outros estilos de foto, por exemplo, quando quero destacar algum objeto ou ate mesmo algum assessório que eu esteja usando, eu utilizo a opção do brilho, quando a foto é com fundo claro e quero deixar isto mais destacado, utilizo a opção de clarear os dentes e deixo a foto mais branquinha, além de também ter a opção de desfoque, que com paciência, é ótima para direcionar o foco da foto para algo especifico desfocando o restante.


4- Eraser

Esse aplicativo é muito útil para quem precisa estar fazendo algumas colagens. como o próprio nome diz, ele funciona como uma borracha, você apaga toda a parte da foto que não é do seu interesse e ele geram uma imagem com transparência, desta forma quando você colocar a imagem sobre outra não vai ter aquelas bordas que vivem atrapalhando nossa vida. Não é um aplicativo profissional, se você estiver com disposição da pra fazer algo realmente muito bom, mas principalmente quando você só precisa tirar aquele excesso de imagem em volta da parte que você precisa ele super quebra o galho mesmo.
Outro ponto positivo é que, o pincel não fica exatamente a onde você toca, ele é deslocado um pouco pra cima do local do toque, desta forma você consegue ver perfeitamente os contornos que você está apagando, sem ter o seu dedo atrapalhando a visão.


Então meus amores, esse foi o post de hoje, espero que tenham gostado!!!
E vocês, já utilizam alguns desses app's? tem algum outro que você goste muito? conta pra gente!!
Beijão e até o próximo post <3

quinta-feira, 27 de julho de 2017

Inspiração - Chapéus

Olá Meus Amores!



Hoje venho trazer para vocês inspirações para se usar chapéu, tanto no dia a dia quanto em alguma ocasião específica. Então vem comigo ver esses looks lindos!


Fonte: Arquivo Pessoal

Fonte: Arquivo Pessoal

O chapéu é um acessório simples, mas poderoso, capaz de deixar um look bem basiquinho em um look super estiloso... Além de ser super versátil aos vários estilos de roupa que podemos usar, da pra variar do grounge ao romântico, é só saber como adaptar o acessório ao seu look sem sobrecarrega-lo...


Fonte: Pinterest
Fonte: Pinterest


























Vejam só, comparando esses dois looks, percebemos q a estrutura é a mesma - Saia de comprimento midi, uma blusinha básica e o chapéu - e mesmo assim temos looks completamente diferentes, enquanto o da esquerda é um look mais rock/grounge o da direita é super romântico e delicado. 

Fonte: Pinterest
Fonte: Pinterest


























Esses dois já são dois looks mais básicos que ficaram muito mais estilosos com a composição do chapéu. Comparando os dois, não temos muita diferença de estilo, o máximo que acontece é o que o look da esquerda tem uma pegada leve no estilo boho, e na composição deles também não temos muitas diferenças - blusas com manga 3/4, shorts jeans e chapéu; a diferença mais gritante é nos sapatos, visto que o da esquerda apostou em uma botinha cano curto e o da direita ficou no clássico tênis preto - se formos separa-los, temos um look arrumadinho (esquerda) e um look despojado (direita). 
Agora imaginem esses looks sem o chapéu, são looks bem básicos (blusa e short jeans) e com o chapéu já da um up totalmente diferente, podendo também adicionar referências de um estilo específico.


Fonte: Pinterest
Fonte: Pinterest 



























Esses dois com macaquinho jeans e vestido também apresentam estilos muuito diferentes e composição bem diferente também - Esquerda: Macaquinho jeans com camisa estampada; Direita: Vestido com manga detalhada e bota overknee que também torna o look bem marcante - agora veja como o estilo do chapéu faz toda a diferença; O da esquerda é mais estruturado e com aba bem curtinha deixando o look bem alternativo enquanto o da direita possui aba maior e é mais maleável dando movimento ao chapéu deixando o look mais puxado para o boho.

Fonte: Pinterest
Fonte: Pinterest


























Esses dois looks tem o mesmo estilo mas com pegadas diferentes, enquanto o da esquerda tem uma pegada mais despojada - calça rasgada, mix de estampas - o da direita tem uma pegada mais romântica - saia de botões, blusa ombro a ombro - contudo, apesar de ter a pegada completamente diferente, o chapéu utilizado em ambos são muito parecidos.

E ai, gostaram? Viram como temos uma infinidade de possibilidades de adaptar o chapéu a looks de diversos estilos diferentes? Vocês gostam e costumam usar chapéus? 
Beijos e até o próximo post <3

quarta-feira, 26 de julho de 2017

Preparativos Volta as Aulas - Segundo Semestre

Olá amores!

Eu sou a Mari e esse é o primeiro post do blog e como minhas aulas voltam terça-feira agora, resolvi contar para vocês sobre como me preparo pra faculdade.


Vem comigo pegar essas dicas!!! 

1- Material
O Material é um item básico quando se fala de faculdade. No meu caso, o meu curso não exige muitos materiais específicos, exceto a calculadora cientifica e o jaleco, raramente é solicitado algum outro material diferente. Então o que eu faço é separar os cadernos que vou usar (nesse período vou utilizar 8 cadernos separadamente, um para cada matéria), conferir a bateria da calculadora, conferir o estojo (Canetas, Marca Textos, Lapiseira/grafite, Borracha, Régua, Canetas Coloridas e Post-it's).
Feito isso, organizo meu "material pessoal", no caso tudo o que eu utilizo no meu dia já que passo o dia inteiro na faculdade, então confiro minha nessessaire (absorvente, hidratante labial, presilhas de cabelo, escova e pasta de dente, remédios para dor de cabeça, cólica e pastilhas para garganta e uma bala). Sempre levo os remédios por que não suporto ficar na aula sentindo dor e a bala além de ajudar a passar pelas aulas mais chatas, me ajuda quando minha pressão cai.
Fora esses itens, levo minha carteira, cartão de ônibus, chaves, fones de ouvido e carregador.
*Nos dias que tenho aula de ballet depois da faculdade levo minha roupa junto*

2- Clima

Eu sempre gosto de dar um confere no clima da semana, já que moro afastada da faculdade e como saio cedo e volto tarde, nessa época do ano de manhã faz bastante frio e no decorrer do dia nem tanto, então gosto de dar uma olhada em como vai ficar a temperatura e mais ou menos que horas vai começar a esquentar para evitar o efeito cebola (sair de casa cheia de roupa e ir tirando ao longo do dia). Como o clima tempo da uma ideia de qual vai ser a temperatura a cada hora, eu vejo a hora que vou sair e se nas próximas 2 hrs se vai esquentar, se for o caso, já saio de casa com uma roupa mais leve, caso demore mais pra temperatura subir e não tenha grande diferença aposto numa roupa que eu suporte o frio mas também não morra de calor kkk.

3- Organização

Confesso que esse item é o que eu aconselho a todo mundo, mas nunca é o mais fácil de seguir, contudo, nesse período vou apostar em planner semanal (da pra achar vários modelos lindos no Pinterest, é só salvar e imprimir), tentar me adaptar a usar agenda e principalmente, vou organizar meus horários de estudo fora das aulas já que as matérias vão ser bem pesadas esse período. 

4- Look

Esse item tem a ver com o item 2 já que escolho minha roupa de acordo com o tempo, mas o estilo varia mais com o meu humor, e varia bastante, vai do romântico ao punk passando pelo vintage e básico. Meus critérios de escolha são: Conforto (salto só uso os médios/baixos e que sejam grosso ou estilo plataforma, mas nada exagerado já que minhas aulas em maioria são durante o dia), Praticidade (esse é pros dias em que tenho ballet  porque dai tenho que trocar a roupa inteira ou quando está muito calor e eu tenho aula prática e tenho que usar calça).

5- Alimentação

Não vou falar que sigo uma alimentação balanceada e super saudável (embora eu saiba que é super importante) por que não sigo, na maioria dos dias que almoço na faculdade como lasanha kk. Mas a questão é, não sentir fome, quando fico com fome, eu fico estressada, de mau humor e muito desanimada e meu dia acaba não rendendo, então sempre levo biscoitos, frutas ou acabo comprando alguma coisa pra comer para conseguir aguentar melhor a rotina que tenho.

一一一一一一一一一一一一一一一一一一一一

Então minhas lindas, é isso, espero que gostem... E vocês, como se preparam para as aulas?
Até o próximo post e beijão!!! <3 

Término do Ensino Médio #DCAF

Olá Meus Amores! Como eu disse no primeiro post do #DCAF minha transição do colégio para a faculdade foi um pouquinho diferente do nor...